A seleção final dos signos em Hogwarts

Não sei vocês, mas eu sempre me perguntei o quanto que astrologia não tinha a ver com bruxaria. Se astrologia é o estudo de como a energia dos planetas afetam nossa vida na Terra e bruxaria é a manipulação de energias do universo, como essas duas coisas não estariam conectadas? Essa questão sempre ficou na minha cabeça e, quanto mais eu estudava astrologia, mais eu me convencia de que tinha que ter alguma relação entre essas coisas. Acontece que eu não sei muito de bruxaria real oficial, mas existe um mundo mágico que conheço bem… o universo de Harry Potter.

Depois de tantos textos, posts e testes, depois de tantas teorias, decidi que era hora de juntar os conhecimentos mágicos e, finalmente, chegar a alguma conclusão sobre signos e magia, mesmo que fosse a magia de Harry Potter. Acontece que, no fim das contas, uma das coisas mais divertidas de se pensar sobre a saga é a questão das casas de Hogwarts. Foi assim que acabei dedicando tempo demais da minha vida para descobrir a quais casas cada signo pertence, e acabei chegando em conclusões bem interessantes juntando esses conhecimentos aqui!

 

 

As casas de Hogwarts:

– Grifinória, a casa daqueles que têm “os corações indômitos”, de quem valoriza a coragem e a honra. São os alunos mais impulsivos da escola, mas também muito leais. São aqueles que morreriam por você. Eles são a personificação deste tweet do Neymar:

– Sonserina, a casa das pessoas mais ambiciosas, de quem busca a grandeza e tem determinação e astúcia para conseguir alcançá-la. São os alunos mais difíceis de se conquistar a confiança, mas quando se conquista, os sonserinos são amigos pra vida inteira. Eles nunca morreriam por você, mas matariam quem lhe fez muito mal sem nenhum problema. Em um tweet do Neymar, eles seriam esse daqui:

– Corvinal, a casa daqueles que buscam o conhecimento acima de tudo. Os curiosos, inteligentes, sagazes. Mas também que têm sua individualidade mais marcada. São os alunos mais criativos, que sempre procuram uma nova maneira de encarar o mundo. Eles não morreriam ou matariam por você, mas te dariam as opções mais absurdas do que fazer diante a um problema e vocês com certeza dariam muita risada juntos. O tweet do Neymar que melhor os representa é:

– Lufa-Lufa, a casa de quem valoriza a honestidade e o trabalho duro, quem é dedicado, paciente, gentil e leal. São os alunos mais de boa de Hogwarts, sempre na base da gentileza e da amizade. Assim como os corvinais, eles tampouco morreriam ou matariam por alguém – essa é intensidade pertence aos grifinórios e sonserinos –, mas definitivamente te abraçariam, lembrariam que seus sentimentos são válidos e te trariam sua comida preferida pra te animar. Em um tweet do Neymar, os lufanos são:

 

Os signos do zodíaco:

Existem 12 signos do zodíaco, que são compostos de um ritmo, um elemento e um planeta regente. Os elementos que temos são os clássicos:

– fogo, relacionado à impulsividade, à ação;

– terra, relacionado à construção, é o fazer acontecer;

– água, relacionado aos sentimentos e emoções;

– ar, relacionado às conexões, aos próprios relacionamentos.

Os ritmos, por sua vez, são: cardinal, mutável e fixo. Cardinal é, basicamente, o impulso de algo. Então, o caso do fogo cardinal é o impulso de agir, o caso de terra cardinal é o impulso de construir, água cardinal é o impulso de cuidar e sentir, e o caso do ar cardinal é o impulso de se relacionar. Já os ritmos mutável e fixo são autoexplicativos.

É sempre importante lembrar que ninguém é apenas um signo. Todos nós somos influenciados por todos os signos do zodíaco, pois todos eles estão em nossos mapas astrais. O que acontece é que existem alguns signos que têm influência maior ou menor em cada um de nós, dependendo de onde estão os planetas no seu mapa astral ou qual o seu ascendente. Digo isso porque todos nós somos uma combinação grande, e não podemos tirar conclusões apenas pelo nosso sol (que é o que consideramos “o nosso signo” quando nos perguntam): é importante considerar o todo. Afinal, se o sol é quem você é, a lua é como você sente, o ascendente é como as pessoas te veem, o Mercúrio como você se comunica, a Vênus é o que você preza, e assim por diante.

Nós somos uma teia complexa de coisas que nos influenciam e que fazem de nós únicos. Mas, aqui, peguei os signos por si só, com suas características não modificadas pelas relações que se criam no mapa e, juntando com o que sabemos das casas de Hogwarts, selecionei cada signo para duas casas e, de quebra, pensei qual seria o lugar preferido do signo em Hogwarts!

 

Áries

O signo que abre o zodíaco é fogo cardinal, o que significa que é um signo impulsivo e reativo, tudo o que ele sente vira ação, sendo prontamente colocado na Grifinória. O que muita gente esquece é que essas bolinhas de fogo só são extremamente reativas porque elas se importam demais com os outros. Arianos não gostam que saibamos disso, mas a verdade é que eles são a versão humana de bolinhos de chuva, extremamente leais, prontos para abraçar, defender, ajudar quem amam, podendo pertencer à Lufa-Lufa, por mais surpreendente que isso possa parecer à primeira vista.

Lugar preferido em Hogwarts: campo de quadribol, mesmo em dia de chuva.

 

Touro

Taurinos são facilmente colocáveis na Lufa-Lufa: tranquilos, mas extremamente trabalhadores, sempre tentando fazer o bem para as pessoas à sua volta. Sem contar que estar perto da cozinha não é nada mal para um signo que ama tanto os prazeres da vida, como a comida top dos elfos domésticos (desde que eles sejam pagos pelo serviço, claro). Mas esses bebês tão de boa podem ser extremamente teimosos (terra fixa, afinal de contas), o que é um traço lufano, mas, combinado com a vontade quase atordoada de construir algo que está ali cozinhando no interior do taurino e, se em mau aspecto no mapa natal, com seu materialismo, pode resultar em um aluno da Sonserina típico. Taurinos são ambiciosos, focados e teimosos o suficiente para não desistirem do que querem, tentando quantas vezes necessário até atingirem seu objetivo.

Lugar preferido em Hogwarts: um cantinho nas cozinhas onde o taurino pode ficar quietinho e ainda pode pegar uns quitutes.

 

Gêmeos

A fama dos geminianos na cultura popular é horrível e isso se dá por pura falta de conhecimento sobre o signo. Gêmeos é ar mutável, regido por Mercúrio. É o signo da comunicação, da troca constante de ideias e conhecimentos. É uma energia mental fluindo com uma rapidez incomparável, o que leva geminianos a terem uma rapidez de pensamento que poucos têm, enquanto buscam a troca constante de conhecimento – sendo assim típicos alunos da Corvinal. As mudanças geminianas não são propositais – são pessoas que mudam muito de ideia porque estão se perguntando o tempo todo qual a melhor opção possível. É um signo que valoriza os valores em si, porque ele valoriza as ideias e a ética a ponto de sempre duvidar se aquilo que lhe foi ensinado ou aquilo que ele pensa é de fato o correto. Assim, vemos que gêmeos não estaria na Sonserina, como muitos que não conhecem o signo pensariam. Gêmeos pertence à Grifinória.

Lugar preferido em Hogwarts: salão comunal da casa dos amigos, não necessariamente vai ser da sua própria casa.

 

Câncer

Sendo água cardinal, regidos pela própria lua, cancerianos são as criaturinhas mais emocionais que você pode encontrar por aí. Com tantos sentimentos, eles podem ser extremamente compreensivos e empáticos quanto às emoções de terceiros e vão sempre oferecer aquilo que eles mesmos querem: casa, conforto, abraços quentinhos e um espaço seguro pra você chorar em paz – e se isso não é o fundamento da Lufa-Lufa, eu honestamente não sei o que é. No entanto, surpreendendo todo mundo, cancerianos também podem ser muito manipuladores. Se suas ambições os tomam (e não se deixem enganar: ambições cancerianas são fortíssimas), mas eles não aprenderam muito sobre ética, sua expertise sobre sentimentos faz com que eles transformem qualquer um em um boneco com quem brincam e manipulam, se provando orgulhosamente Sonserina.

Lugar preferido em Hogwarts: a beira do Lago Negro em um dia de sol.

 

Leão

É uma verdade universalmente conhecida que leoninos são, por princípio, membros da Grifinória. Não é nem só o símbolo do leão, nem o fato de ser o signo de Harry, Neville e JAMES POTTER MAIOR LEONINO QUE VOCÊ NÃO NECESSARIAMENTE RESPEITA MAS GOSTA MUITO (eu sei que ele é ariano de acordo com a JK, mas eu entro numa briga de bar com ela por isso sem pestanejar). Todo signo de fogo tem esse impulso dentro de si que faz com que exista uma porcentagem Grifinória, mas no caso dos leoninos, fogo fixo, regido pelo sol, é uma questão de honra. Apesar de toda a vaidade e egocentrismo, Leão é um signo inventivo, que preza muito a ética e aquilo que é honrável, o que é completamente vermelho e dourado. Acontece que toda essa vaidade e necessidade de amor do leonino não vem à toa. Leoninos querem todo o amor do mundo porque eles amam demais. Tudo que eles querem é receber o mesmo que dão aos outros, e eles se doam muito. Eles têm dentro de si esse amor feroz e gigantesco que faz com que eles sejam extremamente leais aos seus amigos, fazendo de tudo para que as pessoas que eles amam se sintam bem e incríveis e especiais como eles as enxergam. Apesar do nome, eles são cachorrinhos adoráveis que deitam no seu colo para te animar e mostrar como te amam, sendo perfeitamente possível de serem selecionados para a Lufa-Lufa.

Lugar preferido em Hogwarts: o banheiro dos monitores, para cuidar de si mesmo com um banho de espumas e vários cremes hidratantes, como a realeza que é. #TreatYoSelf

 

Virgem

Outro signo comumente mal interpretado pela cultura popular, com o mesmo regente de gêmeos, virgem é terra mutável, um tipo diferente de energia mental. Virginianos querem sempre mudar para o melhor, aprimorar, ser sempre a melhor versão de si mesmos. Sua natureza é analítica e todos os detalhes importam porque a ideia é crescer sempre, aprender constantemente. É um signo que busca conhecimento de uma maneira aprofundada, sendo o Corvinal típico. Mas ao contrário das crenças populares, virginianos não são nada frios ou insensíveis. Tudo que esses bebês unicórnios fazem é pensando nos outros. Todas as análises, a racionalidade, as críticas (aos outros, mas principalmente a si mesmos), as mudanças – tudo é para que as outras pessoas se sintam bem. Na astrologia clássica, virgem é o signo que quer servir os outros. Particularmente, acho que o verbo “servir” tem uma carga negativa, mas virginianos definitivamente querem ajudar todos a ponto de se desdobrarem e irem muito além do que podem para conseguir isso. Eles podem ser muito altruístas, ganhando um espaço no sofá da sala comunal da Lufa-Lufa.

Lugar preferido em Hogwarts: a seção restrita da biblioteca – porque se tem um aluno que tem o direito de pegar livros nessa seção, certamente é um virginiano.

 

Libra

Todo mundo sabe que a palavra chave para entender Libra é equilíbrio – isso nos leva a duas possibilidades diferentes que podem levar o Chapéu Seletor a duas casas. Por um lado, o equilíbrio libriano vem da necessidade eterna de Paz™. Tudo que librianos pedem a @deus é que as pessoas só fiquem bem, que ninguém entre em treta, que as pessoas convivam de boa e sem brigar. Sempre que existe uma ameaça à tranquilidade, os librianos já começam a entrar em pânico e tentar consertar qualquer que seja o problema mesmo que ainda nem tenha um problema, só a possibilidade dele. Libra é o signo de moderadores, sendo da Lufa-Lufa por excelência. Por outro lado, o equilíbrio libriano pode ser também uma questão de ética firme. Afinal, Vênus, o regente do signo, é sobre estética, mas também sobre ideologias. Librianos são pessoas sociáveis, que prezam muito suas amizades e vão defender seus amigos sempre. É um signo de ar cardinal, o que significa que há em libra essa vontade, esse impulso de se relacionar com os outros – podendo, assim, ser colocado também na Grifinória.

Lugar preferido em Hogwarts: os corredores, entre as aulas, ou o Pátio Pavimentado, pra poder colocar o papo em dia com todo mundo.

 

Escorpião

Alguém gritou Sonserina? Porque, sim, Sonserina é a casa perfeita para o signo de água fixa. Com muitos sentimentos, mas com um medo enorme de serem vulneráveis, os escorpianos tentam segurar tudo dentro de si. Eles têm essa necessidade de controlar tudo, mas especialmente a si mesmos – se cobrando uma compostura impecável até o ponto que não aguentam mais. Aí, eles explodem. E você não vai querer estar perto deles nesse momento. Mas é também porque eles absorvem tudo que eles aprendem a ler as pessoas como poucos, enquanto não é qualquer um que consegue os decifrar. Eles são meticulosos e extremamente poderosos, como todo bom sonserino. No entanto, o que pouca gente sabe é que a partir do momento que você ganha a confiança de um escorpiano, ele se transforma completamente. É a pessoa mais leal que você pode conhecer, um amigo pra vida inteira. Claro que ele ainda vai ter dificuldade de se abrir emocionalmente no começo e que ele vai assassinar a pessoa que te machucar, mas ele vai sempre te apoiar e te dar forças para o que você precisar. Aos poucos, escorpianos se amaciam e se permitem ser o raio de sol que escondem dentro deles. As relações que criam são extremamente reais e importantes, comprovando que escorpianos são ferozmente Lufa-Lufa.

Lugar preferido em Hogwarts: sua cama, com as cortinas fechadas, o único lugar em que o escorpiano não precisa se controlar.

 

Sagitário

Aventuras! Piadas! Zoeiras! Festas! Carpe diem! Carpe noctem! Carpe omnia! É óbvio que a primeira casa que o Chapéu Seletor pensaria pra um sagitariano é a Grifinória. Todo sagitariano tem os dois gêmeos Weasley dentro de si, não importa o resto do mapa astral. É um signo que busca a Verdade, a expansão. E ao mesmo tempo que essa expansão é física, com viagens, ou mesmo drogas, é também uma ampliação mental. Através dos mais diversos tipos de conhecimento, o que sagitário busca é ir além – mesmo que não saiba exatamente a direção. É a busca pela essência da vida, por si só, deixando tudo para trás para aproveitar essa jornada pelo desconhecido. Como um curioso por princípio, o sagitariano pertence com a maior alegria na Corvinal.

Lugar preferido em Hogwarts: a Floresta Proibida, apesar de ser proibida.

 

Capricórnio

Ambição é a palavra chave do capricorniano. Ser reconhecido por seu trabalho é tudo que os capricas desejam, o que faz com que eles sejam quase que automaticamente colocados na Sonserina. Regido por Saturno, capricórnio é um signo extremamente centrado e disciplinado, chegando ao ponto de muitas vezes ser calculista ou mesmo uma pessoa muito rígida. No entanto, é importante lembrar que que é um signo de terra e cardinal, ou seja, é o impulso de fazer as coisas, de realizar, de construir, que são valores da Lufa-Lufa, no fim das contas. O capricorniano é muito forte, teimoso e, quando em bom aspecto no mapa, ele é a pessoa que consegue dar estrutura para o mundo à sua volta.

Lugar preferido em Hogwarts: a sala de aula do seu professor preferido (de preferência com o professor dando pontos para sua casa por causa de algo que o capricorniano fez perfeitamente).

 

Aquário

Ar fixo regido por Saturno e Urano, o signo de aquário vê o mundo lá de cima, como um coletivo, na busca pelo todo. Essa busca por Algo Maior que nós, que junta toda sociedade e cria uma nova visão de onde estamos e qual o nosso impacto no mundo é, fundamentalmente, um traço da Corvinal. Aquarianos são distantes por causa disso: eles precisam se afastar das pessoas para poder ver o mundo de seu modo. É uma questão de perspectiva. Tem quem não entenda e interprete essa distância como arrogância, e existem aquarianos assim, é claro, mas não são todos. Independentemente do juízo de valor que os aquarianos têm por visões de mundo diferentes da dele, não se pode negar que todos têm uma ética muito clara dentro de si. É uma ética da negação e da desconstrução de valores pré-estabelecidos, e isso acontece porque eles querem desesperadamente o novo. E por mais que tudo isso seja extremamente Corvinal, esses traços abrem interpretação para uma segunda casa. Apesar de toda atitude cool kid sem emoções, aquarianos têm essa necessidade visceral de encontrar resposta, tomando-o por completo e mudando suas relações e a forma com que se expressa. E por mais frio e cortante que possa ser, o aquariano é, no fim das contas, intenso e pronto para quebrar todos os paradigmas, podendo assim se encaixar perfeitamente na Grifinória.

Lugar preferido em Hogwarts: torre de astronomia de madrugada.

 

Peixes

Essas criaturinhas subaquáticas confusas e bondosas demais para o mundo cruel em que vivemos são tão divididas entre duas casas que é difícil saber por onde começar. Peixes é água mutável, vapor puro, regido por Netuno. É um signo que absorve todas as energias ao seu redor e sentem, sentem muito, sentem demais da conta. É por sentirem absolutamente tudo que piscianos desejam que todos nós estejamos bem e farão o possível para que assim nos sintamos. Assim como virgem, peixes tem também essa necessidade de ajudar os outros, mas em vez de fazer isso de maneira racional, é um signo que dá suporte no emocional. Assim, podemos concluir que o Chapéu Seletor facilmente os colocariam na Lufa-Lufa. Ao mesmo, é exatamente porque eles são tão sensíveis às energias do mundo que piscianos acabam sentindo tudo aquilo que ninguém mais percebe. Sabe aquela coisa de um lugar que tem uma energia ruim ou uma pessoa que alegra todo mundo só de estar no ambiente? Os piscianos sentem isso da mesma forma que sentimos quando alguém nos joga uma pedra, é impactante e extremamente real. Isso os leva a ver, sentir e explorar um lado do mundo desconhecido, velado. Seja o inconsciente, seja o sobrenatural. Os segredos do mundo afetam até os ossos dos piscianos, e esse contato com tantas coisas desconhecidas os leva também à Corvinal.

Lugar preferido em Hogwarts: topo da Torre do Relógio, pra poder chorar e sentir todos seus sentimentos em paz.

 

Com isso tudo, podemos perceber alguns padrões interessantes! Por exemplo, todo signo de fogo e, surpreendentemente, todo signo de ar, têm um ladinho grifinório dentro de si. Enquanto os signos de terra e água têm sempre um pedacinho do coração lufano. Acho que tem a ver com a vontade de construir coisas dos signos de terra e com a valorização dos sentimentos dos signos de água.

Outra coisa curiosa é que todos os signos mutáveis são, em parte, pertencentes à Corvinal. Faz sentido: é preciso estar disposto a mudanças para conseguir ser criativo e aprender novas coisas. O que realmente foi uma surpresa pra mim é que todos os signos cardinais, que eu acreditava que seriam sempre um pouco da Grifinória, dado que ser impulsivo é um traço clássico dos alunos da casa, curiosamente têm a Lufa-Lufa em comum. É uma questão de se importar demais com os outros e com o mundo, talvez.

A Sonserina foi a casa com menos signos “puros”. Acredito que isso acontece dado à complexidade da casa, que faz com que seja muito mais difícil signos sem nenhuma relação com o resto do mapa serem selecionados para essa casa com tantas camadas. Enquanto isso, a Lufa-Lufa foi a casa com mais signos “puros” selecionados, porque, no fim das contas, sem as relações complexas de um mapa astral, a maioria dos signos acaba sendo pessoas que valorizam muito a lealdade, o trabalho duro e ajudar os outros. É quando entram os planetas, casas e aspectos como trígonos e quadraturas que esses valores ganham diferentes níveis e algumas dependências.

No fim das contas, é aquele papo de sempre: todos nós somos criaturas mais complexas do que apenas cinco traços de personalidade. Todos nós temos tudo dentro de nós – os doze signos do zodíaco, as quatro casas de Hogwarts. A questão é aquilo que sentimos ressoar mais forte em nossos corações, é a nossa escolha final, que conta para o Chapéu Seletor da mesma maneira que conta para nossas vidas.

About Clara Browne 5 Articles
Clara nasceu em 1994 no Rio de Janeiro, mas se mudou para São Paulo ainda pequena. Estuda Letras e sempre gostou mais de poesia do que de prosa. Entusiasta do musical Jesus Cristo Superstar, arte moderna e astrologia. Aprendeu a fazer piadas com seu nome e sobrenome por sobrevivência. Em 2013, teve a ideia da Capitolina, a qual idealizou e co-editou até setembro de 2016. Hoje em dia, ela é escritora no mundo mágico da internet. É 50% Corvinal e 50% Lufa-Lufa, mas não se incomodaria em ser trouxa casada com Harry Styles.

3 Comentários

  1. Li em algum lugar ou ouvia alguém falar que ser selecionado para uma casa aos 11 anos seria algo bem complicado, pois isso aconteceria muito cedo e estaríamos em uma época cheia de mudanças e o que garante se você não iria entrar na Grifinória e descobrir depois, no sétimo ano, que virou uma pessoa mais Corvinal. Digo isso porque por muito tempo eu me dizia Sonserina, demorei para aceitar pois sou indecisa, poderia ser Corvinal por ser muito curiosa e nerd, mas uma hora eu aceitei e falei: “é isso, não tem nada de mal em ser da Sonserina”. Mas de uns tempos pra cá, tenho achado que talvez isso não seja mais verdade, acho que hoje em dia eu me encaixaria melhor na Lufa Lufa e isso também foi estranho, pois, além de ser algo que eu nunca imaginei pra mim, me fez questionar o fato qe eu dizia ser de outra casa, mas acho que talvez essa seja a verdade, eu mudei, acho que sempre vou ser um pouquinho Sonserina, mas hoje sou Lufana e tudo bem.
    Ok, toda essa explicação porque? Pra dizer que sou capricorniana, hahahaha, e foram justo essas casas que você apontou aqui. Achei legal saber que deu certo duas vezes! Hahahaha!

  2. Li em algum lugar ou ouvia alguém falar que ser selecionado para uma casa aos 11 anos seria algo bem complicado, pois isso aconteceria muito cedo e estaríamos em uma época cheia de mudanças e o que garante se você não iria entrar na Grifinória e descobrir depois, no sétimo ano, que virou uma pessoa mais Corvinal. Digo isso porque por muito tempo eu me dizia Sonserina, demorei para aceitar pois sou indecisa, poderia ser Corvinal por ser muito curiosa e nerd, mas uma hora eu aceitei e falei: “é isso, não tem nada de mal em ser da Sonserina”. Mas de uns tempos pra cá, tenho achado que talvez isso não seja mais verdade, acho que hoje em dia eu me encaixaria melhor na Lufa Lufa e isso também foi estranho, pois, além de ser algo que eu nunca imaginei pra mim, me fez questionar o fato que eu dizia ser de outra casa, mas acho que talvez essa seja a verdade, eu mudei, acho que sempre vou ser um pouquinho Sonserina, mas hoje sou Lufana e tudo bem.
    Ok, toda essa explicação porque? Pra dizer que sou capricorniana, hahahaha, e foram justo essas casas que você apontou aqui. Achei legal saber que deu certo duas vezes! Hahahaha!

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*